Reunião com produtores rurais acontece nesta sexta



 

Tamanho da fonte    




Em breve, agricultores do município poderão contar com o Centro de Distribuição de Alimentos da Agricultura Familiar, uma estrutura arrojada que promete fornecer aos agricultores o respaldo necessário para o cultivo de novos alimentos na região. Contando com esta inciativa, o Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, juntamente com o grupo Líder, promove nesta sexta-feira, 27/03, na Câmara Municipal, a partir da 15h, o encontro com agricultores da região para apresentar o projeto inicial das futuras instalações do Centro de distribuição. A entrada é gratuita. 
 
A iniciativa da construção do Centro de Distribuição de Alimentos da Agricultura Familiar surgiu a partir de uma ideia do Prefeito de Manhuaçu Heringer, que se mostrou empenhado em auxiliar os agricultores da região a buscar novas alternativas de plantio além do café, como explica um dos sócios do Grupo Líder, Nixon Jaime de Almeida. “O Prefeito nos sugeriu a criação de um Centro de Distribuição para que os agricultores tivessem a oportunidade de colocar seus produtos para circularem na região, pois as pessoas desejam ter novas culturas de cultivo, mas sem um Centro Comercial para distribuição de novos alimentos ficava inviável. A partir de minha conversa com o Prefeito, analisei que a carência na região é grande, pois os sacolões que atendem a região se encontram em Belo Horizonte, que fica à 300 Km e Vitoria, que está à 250 Km”. 
 
Segundo Nixon Jaime, o Centro será instalado em um lugar estratégico, na região de Santo Amaro e será um grande empreendimento do grupo Antares Líder Cascalho Rico e Desenvolvimento. “Será uma continuação organizada, planejada e projetada de Manhuaçu. Haverá um novo dinamismo e crescimento para o município, pois o Centro Regional vai abranger um raio de 150 km e atender cerca de 1,5 milhão de pessoas, que tem a carência de imediato em adquirir alimentos para suprir restaurantes, merendas, hospitais e outros empreendimentos. Todos os produtos cultivados pelo agricultor, seja em seu sitio, fazenda, ou na comunidade, poderão ser distribuídos de forma em um ponto logístico fantástico para essa iniciativa” – frisou.
 
Diálogo com Agricultores
 
“Convidamos os produtores rurais a comparecer na Câmara Municipal, na sexta-feira, 27, às 15h, para apresentarmos o projeto inicial do Centro de Distribuição de Alimentos da Agricultura Familiar. Este encontro servirá para traçarmos uma ideia acerca de melhorias e alterações no projeto, por isso a participação efetiva dos agricultores é importante para o prosseguimento desta iniciativa. Queremos ouvir e dialogar com o agricultor, porque não estamos fazendo nada sozinho, é um negócio para as pessoas que trabalham com agricultura” – salientouNixon de Almeida.
 
De acordo com o representante do Grupo Líder, o encontro permitirá que os produtores rurais conheçam um diretor da Caixa Econômica Federal, que fornecerá as informações necessárias aos agricultores sobre a aquisição de locais dentro do Centro de Distribuição. “O diretor vai orientar sobre financiamentos da Caixa, juros subsidiados, com prestações que cabem no bolso do produtor, que terá retorno suficiente para pagar este compromisso. Estou muito feliz com a ideia do Prefeito, que nos passou essa informação com bastante consistência”.
 
A iniciativa também passa pela Secretaria Municipal de Agricultura. O chefe da pasta, Sandro Tavares, tem visitado os córregos da região, em companhia de Nixon Jaime, com o intuito de atender um pedido do Prefeito Nailton Heringer. Os encontros visam conhecer as demandas dos produtores da região no sentido de agregar novos produtos ao Centro de distribuição. “Realizamos este trabalho em todas as comunidades. Após o diálogo com profissionais da EMATER - MG - Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais, do sindicato, do CMDRS - Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, que são órgão parceiros nesta iniciativa, levamos estas considerações as comunidades rurais. Estivemos em várias comunidades e ainda visitaremos outras. É importante que o produtor tome conhecimento do projeto, para realizar uma análise bem feita. Caso haja a necessidade de alterações, o grupo Líder e o Governo municipal estarão disponíveis para ouvir e receber as sugestões que sejam viáveis” – destacou o secretário de Agricultura Sandro Tavares.
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu