Roubam, fogem da polícia, batem carro e acabam presos



 

Tamanho da fonte    




Dois moradores do Vale do Aço, um de Cachoeira do Vale e outro de Santana do Paraíso, foram presos neste sábado, 02/12, acusados de envolvimento com dois moradores de São João do Manhuaçu em assaltos em bares, um em Orizânia e outro em Santo Amaro de Minas, distrito de Manhhuaçu. Em seguida, fugiram da polícia em perseguição, trocaram tiros com equipe de militares e acabaram presos. Um quarto envolvido conseguiu fugir.
 
Um dos roubos foi registrado por volta de meia noite de sexta-feira, na rua Moraes, distrito de Santo Amaro de Minas. O Bar da Rita foi invadido por três criminosos.
 
Segundo a Polícia Militar, os envolvidos são: William Ferreira da Silva Filho, 39 anos, de Timóteo; Hayland Kelvin de Carvalho, 23 anos, de Santana do Paraíso, um adolescente de 17 anos, de São João do Manhuaçu. Esses foram todos presos e um quarto suspeito ainda é procurado.
 
As vítimas, entre elas uma mulher dona do bar e dois homens, relataram que um VW Gol Bola branco parou em frente ao Bar da Rita. Dele desceram três indivíduos. Um deles, de posse de uma arma de fogo, anunciou o assalto, ordenando que as pessoas levantassem as mãos. Um comparsa, armado com uma faca, deu apoio.
 
Os criminosos levaram da comerciante, Rita de Cássia da Silva, R$460, um fardo de refrigerante, um fardo de cerveja, duas garrafas de vinho, duas garrafas de whisque duas garrafas de vodca. De um cliente levaram R$310 e um celular LG. De outro tomaram a carteira contendo documentos pessoais e R$25.
 
Depois do assalto os criminosos fugiram sentido a cidade de São João do Manhuaçu pelo córrego jatobá. A Polícia Militar foi acionada e iniciou as buscas aos bandidos. Uma das equipes localizou o veículo em trânsito por uma lavoura de café.
 
O condutor recusou a ordem de parada e iniciou fuga em direção a BR-116, depois entrou por outra estrada de terra. Com a perseguição na cola dos criminosos, afirmam os policiais que foram percebidos disparos de arma de fogo efetuados pelos ocupantes do carro. Os policiais revidaram aos tiros e, tempos depois na perseguição, o veículo bateu em uma porteira.
 
O motorista conseguiu escapar, mas três ocupantes do carro foram cercados e presos. Com um deles foi encontrado um revólver Taurus calibre 32 com cinco cartuchos, dos quais, três deflagrados.
 
O quarto suspeito foi identificado como Hedyvaldo Henriky de Souza Sales, 21 anos, residente em São João do Manhuaçu. No carro foram encontrados documentos de Hedyvaldo. Ele não foi localizado em sua residência e a mulher dele não soube informar o paradeiro do marido que, segundo ela, tinha saído no carro dele, cedo e não retornado.
 
No carro dos criminosos policiais recolheram grande quantidade de material dos roubos, como dinheiro, faca, documentos de terceiros, cartões de bancos, as bebidas levadas do bar em Santo Amaro, entre outros.
 
Enquanto registravam essa ocorrência, policiais receberam informações, segundo as quais, três homens que desceram de um VW Branco, assaltaram em um salão de beleza na cidade de Orizânia no começo daquela mesma noite. A polícia constatou que eram os mesmos autores do assalto ao bar em Santo Amaro. De fato, segundo a PM, as vítimas do salão reconheceram os três presos como os autores do primeiro assalto.
 
Diário do Aço













}