Sábado é o dia D de vacinação contra a Influenza



 

Tamanho da fonte    




Este sábado, 30, é o dia “D” de mobilização nacional para vacinação contra a influenza. Em Manhuaçu serão montados 26 postos na cidade e nos distritos, que funcionarão durante todo o dia, entre 08h da manhã e 17h, para vacinar a população. 
 
Esta será a 18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza. A iniciativa é do Governo de Manhuaçu, por meio da Secretaria de Saúde e a Diretoria de Vigilância em Saúde e Coordenação da Atenção Básica.  A realização ocorre em parceria com o Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações.
 
Público Alvo
 
Segundo a coordenadora da Vigilância em Saúde, Maria Cristina Caldeira Duarte, o público alvo desta campanha são as pessoas com 60 anos ou mais e ainda as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde; povos indígenas e pessoas com doenças crônicas como diabetes, asma, bronquite, por exemplo, e outras condições clínicas especiais, como pessoas transplantadas.
 
Também devem ser vacinados os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.
 
O dia “D” de vacinação contra a influenza é apenas o pontapé inicial da campanha, que terá continuidade até o dia 20 de maio. Em Manhuaçu e nos Distritos a vacinação durante as próximas três semanas vai continuar em todas as unidades de saúde nos horários normais de funcionamento. A meta é vacinar no período 80% da população alvo, que em Minas Gerais chega a 3 milhões e 800 mil pessoas. 
 
Complicações
 
A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, e é um problema de saúde pública no Brasil. Esta patologia pode levar a complicações graves e ao óbito, especialmente nos grupos de alto risco para as complicações da infecção viral. A cada ano a gripe pode se apresentar de forma diferente, assim como a infecção pode afetar diferentemente as pessoas.
 
A vacinação é a principal intervenção preventiva para este agravo. A campanha anual, realizada desde 1999, entre os meses de abril e maio, vem contribuindo ao longo dos anos para a prevenção da gripe nos grupos vacinados, além de apresentar impacto na redução das internações hospitalares, gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias e mortes evitáveis. 
 
Além da vacinação, outras recomendações para evitar a doença são medidas de higiene como lavar bem as mãos com água e sabão, com frequência; utilizar o antebraço ou o lenço de papel quando for tossir ou espirrar (evitando assim cobrir a boca com as mãos); evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies; não compartilhar objetos de uso pessoal e manter os ambientes bem ventilados.
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu













}