Secretária Estadual de Cultura visita Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




A Secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, visitou Manhuaçu nesse feriado de Carnaval e se reuniu com representantes de diversos segmentos.

Recepcionada pelo empresário e amigo Silvério Afonso, ela esteve com o Presidente da Câmara Municipal Maurício Júnior, o Diretor de Cultura SJ de Moraes, o Presidente da ACIAM Toninho Gama e o vice André Farrath e o jornalista Lauro Moraes.

No encontro, a secretária Eliane Parreiras alinhavou algumas parcerias com o Departamento de Cultura da Prefeitura de Manhuaçu acertando alguns eventos que serão realizados junto com o diretor SJ de Moraes. Ela também confirmou a realização de ações em parceria com a Câmara Municipal durante a conversa com o presidente do Legislativo, vereador Maurício Júnior.

Segundo Eliane Parreiras, ela tem um desejo especial de que aconteça a expansão da cultura na cidade: “Eu falo que me sinto uma verdadeira manhuaçuense. Meu pai é de Sacramento, tem uma relação muito grande com a cidade, viveu aqui muitos anos e eu passei por vários períodos da minha vida presente aqui. Manhuaçu é uma cidade que realmente faz parte da minha vida”.

Outra conversa bastante adiantada é a possibilidade de parcerias com a ACIAM no projeto Atletas e Artistas do Futuro, que a entidade mantém com o SESI no clube em Manhuaçu.

Minas: Território da Cultura

A Secretária Eliane Parreiras ainda anunciou o projeto Minas Território da Cultura, que será lançado no final deste mês pela Secretaria de Cultura e o Governo do Estado.

Secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras e o Diretor de Cultura de Manhuaçu, SJ de Moraes (foto: Carlos Henrique Cruz)“É um projeto com os municípios do interior de apropriação das políticas públicas de cultura, apresentando propostas, estreitando laços, nos aproximando das gestões municipais, da sociedade como um todo e da classe produtora cultural. Realmente será um grande trabalho de alinhamento e união para que possamos desenvolver a cultura em Minas Gerais”, adiantou.

Segundo ela, no cronograma da secretaria, em Março e Abril, haverá ações importantes para mobilização em Manhuaçu e outros trinta municípios da Zona da Mata. “O programa vai apresentar a política pública de cultura em três grandes frentes. Uma voltada para a discussão da política pública para os gestores e entidades num processo de discussão dos programas, resultados e participação social. Uma segunda parte focada em capacitação e aperfeiçoamento da classe produtora cultural e artística. Uma terceira que é fruição, voltada para a sociedade como um todo, para conhecer os espetáculos, destacar os valores locais, os talentos do interior que precisam ter visibilidade. É um grande momento de encontro entre a política pública de cultura e a sociedade civil”.

Carlos Henrique Cruz