Segunda doação de órgãos acontece no HCL



 

Tamanho da fonte    




Equipe médica do MG Transplantes fez a captação de órgãos na manhã desta quarta-feira, 24/02, no Hospital César Leite. Foi o segundo gesto de amor nesse sentido em menos de uma semana. Joel Amado, de 53 anos, foi vítima de um acidente e havia avisado aos familiares sobre sua vontade que seus órgãos fossem doados.
 
Joel Amado caiu de um andaime numa construção em São João do Manhuaçu, no dia 17. Ele estava internado no Hospital César e teve um quadro de morte cerebral. A filha Jéssica Maria Cardoso acompanhou de perto, na semana anterior, a mobilização pela doação de órgãos de outro paciente, da cidade de São José do Mantimento.  “Meu pai falava que, se algum dia tivesse que ficar em cima de uma cama dependendo de aparelhos, preferiria que doássemos os órgãos dele. Contava que poderia salvar a vida de outras pessoas. Semana passada, estava acompanhando ele internado e vi a outra família bastante consciente e tranquila sobre a doação. Eu percebi que o desejo do meu pai deveria ser atendido”, conta.
 
Jéssica, o marido dela e o irmão Edvaldo José Amado acompanharam a chegada da equipe médica para a captação do fígado e córneas que serão transplantados. “Nós estivemos do lado dele o tempo todo e quisemos estar aqui também nesse momento. Sei que estamos atendendo o desejo do nosso pai”, explica Jéssica.
 
Edvaldo José conversou com os médicos também e disse que foi um alento para a família. “Era a vontade do meu pai. Achamos melhor seguir o desejo dele e que outras pessoas vão ter essa felicidade. O que a medicina podia fazer foi feito. Agora, Deus o chamou para perto dele. Não teve mais recurso para o meu pai, mas temos certeza de que teremos várias pessoas felizes graças a ele. Meu pai está salvando vidas, mesmo depois de perder a dele”, contou o filho visivelmente emocionado.
 
Membro da Comissão Intra-hospitalar para Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOT) do Hospital César Leite, a enfermeira Sulamita Heringer explica que é fundamental que a família converse sobre doação de órgãos para possibilitar essa atenção. “Quero reforçar aqui que é preciso que a pessoa fale com a família sobre sua vontade de ser doador. Jéssica e Edvaldo fizeram cumprir o último desejo do pai deles, justamente porque ele tinha falado sobre isso. Esse processo é mais fácil quando a família sabe”, detalha.
 
Além de todo suporte e orientação, a equipe da CIHDOOT acompanhou todo o procedimento junto ao MG Transplantes e informou a família.
 
Sulamita conta que o Hospital César Leite está à disposição para levar palestra sobre o tema em igrejas, empresas e associações. Basta que entrem em contato na unidade hospitalar.
 
Órgãos doados
 
Na semana passada, houve a captação de órgãos de um homem que sofreu um acidente em São José do Mantimento e teve morte cerebral na sexta-feira. 
 
O MG Transplantes informou que os rins foram transplantados para dois pacientes mineiros de 51 e 53 anos. O fígado para um paciente, também em Minas Gerais, de 40 anos. Sobre as córneas ainda não foi informado.
(foto: Assessoria de Comunicação)
 
Assessoria de Comunicação













}