MANHUACU.COM - Servidor público apresenta diversas denúncias contra prefeitura de Manhuaçu

Servidor público apresenta diversas denúncias contra prefeitura de Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




Na sessão legislativa ordinária da Câmara de Manhuaçu realizada na noite desta quarta-feira, 13/08, o servidor do Setor de Saúde, Romeu Meira Dias, responsável pelo setor de Compras e Licitação do SUS, fez pronunciamento apresentando diversas denúncias contra a Administração Municipal. Os supostos ilícitos mencionados por Romeu ocorrem em diferentes setores da prefeitura. Os vereadores acompanharam atentamente a explanação do servidor, que ao findar sua fala entregou relatório à Presidência da Casa. Diante do exposto, o Presidente Maurício de Oliveira Júnior acionou as Comissões Legislativas para que estas apurem as denúncias e convoquem pessoas citadas pelo servidor para depoimentos, e, em seguida, apresentem seus pareceres em plenário, conforme as normas regimentais.

Denúncias

Em sua fala, Romeu repudiou diversos posicionamentos feitos pela Presidência do Conselho Municipal de Saúde sobre a precariedade do setor em Manhuaçu. Romeu contestou ainda a centralização do setor de compras e de licitação da Secretaria M. de Saúde junto às demais compras da Administração Municipal, decisão tomada há alguns meses pela Prefeitura. “Quando comprávamos o pó de café pela Secretaria M. de Saúde, pagávamos o valor de R$ 6,90 por quilo, agora a Prefeitura paga R$ 15,50, pela mesma quantidade do produto. O pão de sal era adquirido por R$ 8,90, agora a Prefeitura o adquire por R$ 11,90. Em praticamente todos os outros itens, o município também está pagando mais caro, em média 28% a mais. Então, onde está a economia anunciada pela Prefeitura?”, questionou Romeu.

O Servidor disse que tem sido perseguido pela Administração. “O Prefeito tirou-me, juntamente com a Gláucia Rocha e a Valéria Abneider da Comissão. Segundo relatou o Secretário M. de Administração João BatistaHott, o Prefeito teria dito que nós três somos encrenqueiros. Também foi perseguido o servidor Erick, que foi motorista do ex-prefeito Adejair Barros. Solicitei ao setor jurídico da Saúde que o colocasse a disposição da Vigilância Ambiental. É uma pessoa boa. Para se ter uma ideia, hoje o Secretário de Obras o quer de volta ao setor”, argumentou Romeu.

O Presidente Maurício Júnior orientou Romeu a reunir testemunhas e procurar a Comissão de Direitos do Servidor Público na Câmara para que os devidos procedimentos de apuração sejam tomados.

(foto: Assessoria de Comunicação)

Também denunciada situação de nepotismo cruzado feito pelo Governo Nailton Heringer, em que uma coordenadora de creche foi afastada para a colocação de servidora de Pocrane. Romeu também relatou acordo entre o Prefeito, o Secretário M. de Obras, João Amâncio; e dois deputados – que também são candidatos – para uso da máquina administrativa em favor da campanha dos mesmos. Romeu também citou que o jornalista e ex-servidor Romney Batista e o irmão de Nailton, Ex-secretário de Obras, Eduardo Heringer, recebem da empresa de Consultoria que presta serviços à Prefeitura. Segundo Romeu, a Amadeus Consultoria é de propriedade de um Deputado Estadual.

Após mencionar situações anteriores relacionadas a irregularidades administrativas em Manhuaçu, o servidor citou nomes de servidores e de ex-servidores que, segundo ele, são pessoas corruptas e que hoje têm envolvimento com a Administração Municipal. Ele alertou que “está se formando uma nova quadrilha em Manhuaçu”.

Maurício Júnior mencionou que a Casa irá estudar as denúncias para apuração dos fatos, por meio das Comissões Legislativas, sendo possível a abertura de CPI.

O trabalho dos vereadores foi acompanhado por grande público no plenário. Em especial, a participação de jovens da guarda-mirim (foto: Assessoria de Comunicação)

Assessoria de Comunicação