Superintendência Regional de Ensino lança campanha sobre meio ambiente



 

Tamanho da fonte    




"O bom exemplo começa em casa", assim pensando e analisando essa frase, os funcionários da Superintendência Regional de Ensino de Manhuaçu decidiram abraçar a campanha "o meio ambiente começa no meio da gente, educando e conscientizando".
 
A campanha foi lançada na última quinta-feira (17) com a presença de todos os servidores e a Superintedente Regional de Ensino, Patrícia Luciene Fialho, que fez uma reflexão sobre o que cada um pode fazer, para manter o ambiente mais agradável, sem objetos que servem para descaracteriazar ou até mesmo poluir o local de trabalho.
 
O objetivo é conscientizar, fazer com que as pessoas mudem de atitude e passem a defender o meio onde vivem. Com todos os funcionários participando da coleta seletiva, colocando nas sacolas o lixo produzido e separado em cada sessão, a consciência começa a mostrar o outro lado do bem estar do meio ambiente.
 
Durante o lançamento da campanha, funcionários manifestaram o apoio, a serenidade para estarem trabalhando o projeto e, ainda assumindo a responsabilidade para uma ação conjunta para a defesa do meio ambiente.
 
A Superintendente Regional de Ensino, Patrícia Luciene Fialho conta que a primeira atitude foi eliminar o copo descartável, substituindo-o pela caneca. "Agora, cada funcionário terá sua caneca, personalizada, com os dizeres da campanha e a vontade de participar. Usando a caneca, além de desafogar o meio ambiente, haverá uma economia de 10.000 copos descartáveis mensal. Também estarão separando os resíduos, em seus respectivos recipientes", conta Patrícia Fialho.
Superintendente Regional de Ensino, Patrícia Fialho discutiu toda a ação com os servidores (foto: Eduardo Satil)
Ela lembra que a campanha ganhou a adesão de todos os servidores, após várias notícias informando sobre a questão ambiental, como ajudar na preservação e a multiplicação das ideias. De acordo com Patrícia Fialho, o pontapé inicial foi dado e, agora a pretensão é estender a campanha para as escolas. Ela acredita que, os professores, alunos, pais abraçando a campanha "o meio ambiente começa no meio da gente, educando e conservando", em   pouco tempo as pessoas vão criando o hábito de terem um comportamento  diferente e, a partir daí surge um novo defensor do meio ambiente. "Os alunos trocando experiência com os professores e praticando a ação todos os dias, acabam levando para casa, onde os pais, também começam a participar de um movimento tão relevante para o ser humano e para o meio ambiente", pondera a Superintendente de Ensino, Patrícia Fialho.
 
Eduardo Satil













}