Suspeitos de matar jovem e jogar corpo no rio são presos



 

Tamanho da fonte    




Três pessoas suspeitas de envolvimento com a morte e desaparecimento de João Pedro Huebra Sabino, 23 anos, no Córrego Fortuna, zona rural de São José do Mantimento, foram presas pela Polícia Militar na manhã desta quarta-feira,  29/03.
 
De acordo com as informações recebidas pela Polícia Militar, a vítima e os suspeitos estavam fazendo uso de bebida alcoólica em um bar até por volta da meia-noite, quando o comerciante fechou o estabelecimento e os clientes saíram.
 
No início da madrugada, testemunhas ouviram barulhos de tiros e ao saírem para ver o que estava acontecendo viram um veículo pick-up, de cor escura, saindo do local. Havia um homem, aparentemente já sem vida, caído ao chão, ao lado de uma motocicleta de cor vermelha. As testemunhas saíram para acionar a PM e viram quando a pick-up escura retornou, dois indivíduos saíram do carro, pegaram o corpo e jogaram na carroceria do veículo. Um dos indivíduos assumiu a direção da motocicleta e saiu junto com a pick-up. 
 
Policiais militares foram ao local do crime e encontraram indícios de material humano, sendo marcas de sangue e de massa encefálica, misturados a três buchas semelhantes às de cartucho calibre 12 e um pedaço de tecido jeans preso a um vergalhão de uma ponte sobre o Rio Manhuaçu, dando a entender que o corpo possa ter sido jogado dentro do rio. Fragmentos de lanterna veicular também foram encontrados no local do crime.
 
O trabalho de rastreamento da PM continuou e a motocicleta da vítima foi localizada no Córrego Lanço Grande, zona rural de Santana do Manhuaçu.
 
O dono do veículo usado pelos suspeitos foi identificado e o cidadão foi encontrado em casa na companhia do segundo suspeito.
 
No carro havia marcas de lama e de um arranhão na cor vermelha, mesma cor da motocicleta da vítima, todavia havia indícios de que a carroceria do veículo havia sido lavada. E as lanternas da pick up também estavam quebradas. 
 
Os suspeitos foram presos e conduzidos à delegacia, onde foram autuados. A esposa do dono do veículo também foi conduzida, pois há informações de que ela estava dentro do carro no momento dos disparos.
 
A arma usada no crime não foi encontrada e os autores negaram a autoria do delito, apesar dos fortes indícios que ligam eles aos fatos.
 
O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado e fez buscas durante todo o dia 28. Na manhã do dia 29, quarta-feira, o trabalho dos Bombeiros foi retomado e o corpo foi encontrado nas águas do Rio Manhuaçu, próximo a uma ponte na comunidade de Santa Quitéria.
 
Manhuacu.com/com informações da PM
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656