Taça BH: Motorista de ambulância supostamente embriagado é impedido de socorrer jogador



 

Tamanho da fonte    




O jogo entre as equipes do Coritiba e Criciúma, pela segunda fase da Taça BH de Futebol de Júnior, disputada no Estádio JK, em Manhuaçu, na noite desta segunda-feira, 19, foi marcado pelo que ocorreu fora das quatro linhas.

Aos 35 minutos do segundo tempo, em um lance truculento, Paulo Otávio, do Coritiba, e Edir, do Criciúma, se chocaram de cabeça. O jogador do clube paranaense levou a pior e precisou sair de maca. O problema é que ele teve que esperar por 14 minutos até que o motorista da ambulância fosse encontrado.

O motorista apresentava sinais de embriaguez e por isso foi impedido de dirigir. Um funcionário da Federação Mineira de Futebol (FMF) conduziu o veículo até um hospital da cidade.

O clube ainda não divulgou informações sobre o estado de saúde de Paulo Otávio.

Hoje em Dia