Tentativa de roubo termina em morte em Imbé de Minas



 

Tamanho da fonte    




O adolescente, de 17 anos, foi apreendido na tarde deste domingo, 05/08, pela Polícia Militar, próximo a uma mata, no Córrego do Rio Preto, zona rural de Imbé de Minas.
 
“A equipe policial permaneceu em rastreamento, ao longo de todo o dia, até a noite de ontem. Conseguimos algumas informações com populares, a equipe da Rocca deu apoio, e tivemos a informação, mais a noite, também, de que este menor, aqui apreendido, tentou tomar de assalto uma motocicleta, para que ele conseguisse fugir, isso no Córrego do Rio Preto, aproximadamente. Hoje pela manhã, bem cedo, a equipe retornou ao rastreamento. Conseguimos informações de que ele continuava neste córrego, tentando seguir, sentido a São Sebastião do Anta. Foi então que a equipe começou a articular e a gente logrou êxito, mais à frente, nesta captura.”, destacou soldado Lobo.
 
As armas de fogo, utilizadas pelos dois envolvidos na ação delituosa, foram apreendidas. “Os dois menores, este conduzido e o que veio a tombar, chegaram a efetuar disparos. A garrucha encontrada com o que está apreendido estava com a munição deflagrada. Ele efetuou dois disparos: um contra a guarnição policial e o outro quando tentou roubar uma motocicleta, durante a fuga. Já o revólver que estava com o rapaz que veio a tombar, tinha três munições picotadas. Ou seja, ele tentou trocar tiros, também, mas houve falha, alguma pane na arma que ele estava utilizando.”, esclareceu o militar.
 
O adolescente de 17 anos, segundo a polícia, há bastante tempo vem se envolvendo em atos infracionais referentes ao envolvimento com o tráfico de drogas, roubos e outros ilícitos. Por diversas vezes ele foi apreendido, entretanto, posteriormente acabava sendo liberado. “Ele alegou a Polícia Militar que teve dificuldade na fuga. Ele sabia que a polícia estava no encalço dele e tentava roubar algum tipo de meio para se locomover para São Sebastião do Anta.”, disse o soldado da PM.
 
O adolescente confessou o envolvimento no roubo tentado: “Nós estávamos precisando de dinheiro. Nós ficamos sabendo que havia muito dinheiro naquela casa lá, mas a gente não esperava que fosse acontecer isso!”
 
O menor disse que só ficou sabendo que Carlos – que estava com ele durante o cometimento do ato infracional – havia morrido, no momento em que foi capturado: “O cara era mais que irmão meu, senhora! Tá sendo um choque até agora, eu nem estou acreditando.”
 
O jovem foi conduzido a Delegacia de Polícia Civil de Caratinga. As duas armas utilizadas no crime foram apreendidas, assim como os aparelhos celulares dos menores.
 
O caso
 
No final da manhã de sábado, 04/08, um militar que estava de folga, visualizou dois jovens – em uma motocicleta de cor vermelha – passando e olhando, de forma suspeita, para uma casa da rua Antônio Lourenço, no bairro Vitória, em Imbé de Minas. Neste instante, o policial identificou que a motocicleta em que eles estavam havia sido roubada na última quinta-feira (02/08), em Imbé de Minas, e acionou reforço. Depois disso ele percebeu que os dois jovens desceram da moto, sacaram armas de fogo e correram para dentro da residência. Segundos depois, gritos foram ouvidos. Quando os infratores saíam da residência, o militar, que estava à paisana, se identificou e determinou que eles largassem as armas. A ordem não foi obedecida e um disparo foi efetuado em direção ao sargento. O policial, então, revidou e atirou contra os assaltantes, enquanto tentava conversar com eles. Um deles, Carlos Eduardo de Assis Cesário da Silva, de 17 anos, foi atingido, e o outro fugiu. Carlos caiu, ao ser alvejado, e o PM retirou das mãos dele um revólver calibre .38, com seis munições, sendo que três estavam picotadas.
 
Uma ambulância foi acionada para a realização do socorro do ferido, que foi levado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) de Caratinga, mas ele não resistiu e morreu.
 
Depois disso, as guarnições empenhadas na ocorrência iniciaram rastreamento em Imbé de Minas. Um cafezal foi um dos pontos percorridos pelos policiais, onde foi localizada uma blusa usada pelo outro menor infrator. Os trabalhos contaram com o apoio da Ronda Ostensiva com Cães Adestrados (Rocca). Horas depois, a PM recebeu informações de que o segundo envolvido no crime estaria no Córrego do Rio Preto. Lá a polícia levantou que uma pessoa com as características do suspeito estava em uma mata, para onde as guarnições se diligenciaram e acabaram encontrando um celular. A foto de capa do telefone foi mostrada para a vítima – da residência invadida pelos criminosos -, que reconheceu como sendo um dos envolvidos no delito. Além disso, o aparelho continha, também, fotos do rapaz, de 17 anos, com a arma apreendida pela polícia.
 
O segundo suspeito foi identificado e a PM seguiu em rastreamento até apreendê-lo, neste domingo (05/08), no Córrego do Rio Preto.
 
Ação dos menores infratores na residência
 
Carlos Eduardo e o outro menor, de 17 anos, estavam armados. Eles invadiram a residência de um casal e anunciaram o roubo.
 
Em um momento de desatenção deles, uma das vítimas viu uma oportunidade e conseguiu tomar o revólver de um deles, porém a arma caiu no chão. Depois disso, ela foi na casa dela, pegou uma faca, mas os infratores já estavam fugindo. Quando a vítima retornava com a faca, ouviu os disparos. Assustada, ela pensou que algum parente dela tivesse sido baleado. Diante disso, ela voltou para dentro de casa, saiu pelos fundos e se abrigou na casa de um vizinho.
 
TV Super Canal













}