Um a cada quatro motoristas dirige após beber, diz pesquisa



 

Tamanho da fonte    




Um a cada quatro motoristas do Brasil admite dirigir após consumir bebida alcoólica. É o que mostra levantamento sobre comportamento de risco no trânsito, encomendado pela Arteris – companhia concessionária de rodovias como a Fernão Dias e a Régis Bittencourt -, com condutores de todo o país.
 
De acordo com a pesquisa, 26% dos motoristas afirmam que dirigem mesmo estando alcoolizados. A incidência é maior entre homens, com índice de 30,7%, enquanto 18,3% das mulheres admitem beber e dirigir. No recorte por idade, o grupo que mais preocupa é o de até 45 anos, com 28,5%.
 
“Há muito anos se sabe que existe relação entre o uso de bebida alcoólica e acidentes de trânsito”, diz o gerente de operações da Arteris, Elvis Granzotti.
 
“E considerando que esses são os que admitem, o número de pessoas que dirigem alcoolizadas pode ser ainda maior.”
 
Para a pesquisa, realizada pela Limite Consultoria e Pesquisa, foram entrevistadas 1.030 pessoas de todo o país, entre os dias 15 e 26 de agosto. Segundo a Arteris, os dados retratam a distribuição no território nacional de motoristas habilitados, que dirigem em rodovias, vias urbanas ou rurais. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais.
 
Insegurança
 
O estudo também mostra que uma a cada cinco pessoas tem histórico de morte no trânsito na família. Para 68,9% dos entrevistados, o trânsito brasileiro é perigoso.
 
Segundo o levantamento, 51,8% dos brasileiros usam celular ao volante, prática que aumenta risco de acidentes. Entre as mulheres, 20% se maquiam enquanto dirigem.
 
A maioria dos entrevistados, no entanto, acredita que dirijam com segurança. Ao todo, 60,5% afirmam que sempre respeitam as leis de trânsito. Desse grupo, aproximadamente 30% receberam alguma multa nos últimos 12 meses.
 
Informações Agência Estado
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656