Vereadores cobram providências para CAIC e oficinas paralisadas do CRAS



 

Tamanho da fonte    




Mais um pedido de providências para a EM São Vicente de Paulo (CAIC) chega à Câmara de Manhuaçu. O mato toma conta do entorno da escola e gera riscos para alunos e funcionários da instituição de ensino, ao ocasionar o aparecimento de aranhas caranguejeiras, ratos e até mesmo cobra, conforme vem sendo observado no local. Na sessão legislativa ordinária desta quinta-feira, 24, o cidadão Leandro dos Santos Belga se pronunciou, solicitando que algo seja feito o mais rápido possível para se resolver a situação. Uma parede também ameaça desabar no educandário, segundo o relato.

No ano passado, a mãe de aluno e Pres. do Cons. Escolar do CAIC, Luceli Costa, também havia denunciado situação de abandono, relatando problemas diversos vivenciados pelos estudantes naquela mesma escola. Indignado com este cenário que se repete, o Vereador João Gonçalves Linhares Júnior (Inspetor Linhares) manifestou sua intenção de não votar qualquer Projeto enviado pelo Executivo Municipal até que algo seja feito no CAIC. A proposta do Vereador teve adesão da maioria dos colegas e o plenário decidiu não votar Projetos de Lei durante quinze dias. A ideia é que neste período a Prefeitura providencie ao menos uma limpeza básica do local, como a retirada do mato, por exemplo.

Vereador Juninho Linhares mencionou que “é uma falta de respeito com os funcionários e alunos do CAIC, deixar o mato crescer tanto”. Os demais vereadores também se manifestaram. O primeiro a apoiar esta iniciativa foi Rogério Filgueiras (Rogerinho). Para Paulo Altino, “é total falta de organização da Prefeitura, deixar uma situação piorar assim”. Gilson César da Costa (Gilsinho) espera que este serviço ocorra rápido, inclusive em outras escolas que também necessitam de melhorias. Jânio Garcia Mendes (Janinho) parabenizou a atitude e coragem de Leandro Belga. O Vice-pres. Anízio Gonçalves de Souza (Cb. Anízio) ressaltou que Educação tem que ser prioridade. Francisco de Assis Dutra (Chico Juquinha) relatou que “coisas pequenas deixam de ser feitas pela Administração. É lamentável! Serviços vêm sendo feitos na zona rural, mas muita coisa fica por fazer”.

Vereador Fernando Lacerda lembrou que, nos últimos meses, a Câmara aprovou dois Projetos de Lei, de autoria do Executivo M., autorizando a contratação de trabalhadores para esta finalidade. No entanto, mesmo com a aprovação, a Prefeitura não realizou os serviços. Sobre a parede duvidosa na escola, Fernando solicitou o comparecimento urgente da Defesa Civil ao local para averiguar a situação. A Vereadora Aponísia dos Reis citou que “como educadora e integrante da Comissão Legislativa de Educação, tenho verdadeira preocupação com a situação das escolas. [...] O Prefeito disse recentemente que a próxima escola a receber intervenção será o CAIC. Estamos esperançosos para que esta reforma aconteça”. No entanto, Leandro mencionou que, “em Abril do ano passado, a Sec. de Educação disse que o CAIC seria a primeira escola a ser atendida ainda em 2013 e nada foi feito”.

(foto: Assessoria de Comunicação)

O Presidente Maurício Júnior lembrou a vinda da cidadã Luceli ao plenário, no mesmo período, solicitando as mesmas providências .Ao colocar a proposta de Linhares em votação, a maioria dos vereadores, com exceção de Cb. Anízio (Vice-pres.), Francisco de Assis Dutra (2º Sec.), Aponísia dos Reis e Francisco Coelho de Oliveira, apoiaram a iniciativa.

Os vereadores justificaram seu posicionamento, argumentando que outras escolas também precisam de serviços semelhantes ao que se reivindica para o CAIC. No entanto, Linhares afirmou que “tomamos esta decisão porque, infelizmente, se depender do Prefeito, nada será feito. Hoje, mais uma pessoa vem até a Câmara pedir providências. Precisamos dar uma resposta. Respeito a decisão de todos os colegas, mas, eu não votarei qualquer Projeto se o Prefeito não fizer ao menos este serviço nos próximos quinze dias”, cobrou Linhares.

B. Matinha sem CRAS

Moradora do B. Matinha, Dona Joaquina Umbelina Valentino se pronunciou em seguida, reclamando da perda das Oficinas do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). “Ficamos muito tristes porque as atividades dos oficineiros nos possibilitava um preenchimento do tempo, de forma positiva. Um grupo de pessoas idosas, meus amigos, ficou prejudicado com a alteração de levar o CRAS do B. Matinha para a rodoviária”, desabafou. Acompanhado de um grupo de moradores do B. São Vicente, Benoni da Paixão, rep. da associação do bairro, também se solidarizou com a iniciativa de D. Joaquina, e, mencionou que no B. São Vicente as pessoas da terceira idade também foram prejudicadas com a ausência dos trabalhos dos oficineiros. Benoni mostrou inclusive trabalhos artesanais de sua autoria, feitos durante tais oficinas.

Vereador Gilsinho relatou que “o problema atinge também as crianças. Tivemos reunião no CASA, quando cobrei a contratação de oficineiros e exigi que fosse tudo registrado em Ata. Foi enviado oficio ao Sec. M. de Trabalho e Desenv. Social solicitando resposta sobre o porquê destes oficineiros não terem sido contratados até agora”. O Presidente Maurício Júnior mencionou que a Amadeus Consultoria, que presta serviços à Prefeitura, informou que a contratação tem que ser dada por modalidade de pregão. “A sociedade fica prejudicada com isto, porque é mais um semestre perdido.Agora vem Copa, Eleições, etc.E o povo, como fica?”, questionou o Presidente.

Vilanova

Vereador Jorge Augusto Pereira (Jorge do Ibéria) apresentou vídeo com depoimento de moradores cobrando obras em Vilanova. A comunidade sofre com problemas de esgoto, falta de calçamento e as reivindicações não atendidas para a quadra e a creche, entre outras. “Vilanova está abandonada. Recentemente, o Prefeito tratou de ir à comunidade para reunir-se com os moradores, mas não compareceu. A comunidade se organiza para vir a Prefeitura e fazer suas reivindicações”, frisou Jorge do Ibéria.

Frente pela Igualdade Racial

Marco Antônio Cabral, Presidente do Cons. M. de Promoção da Igualdade Racial, se pronunciousobre o Proj.de Resolução nº 06/2014, de autoria do Vereador Anízio Gonçalves de Souza, que Institui a Frente Parlamentar de Promoção da Igualdade Racial na Câmara Municipal. Marco defendeu a aprovação deste Projeto e também parabenizou a Casa Legislativa pela realização da recente audiência sobre Segurança Pública e elogiou a iniciativa do cidadão Leandro Belga. Outro ponto mencionado foi quanto às dificuldades enfrentadas pelas associações. O Vice-presidente da Câmara, Cb. Anízio, é membro do Cons. M. de Promoção e Igualdade Racial. “A Frente Parlamentar vem fortalecer o conselho, buscando recursos e abrindo maior espaço na sociedade para divulgação do movimento da igualdade racial”, afirmou Cb. Anízio.

(foto: Assessoria de Comunicação)

Requerimentos

Entre os Requerimentos apresentados na sessão, Vereador Gilsinho solicitou verbalmente Moção de Repúdio ao INSS pelo mau atendimento prestado à população. Cb. Anízio solicitou Requerimento solicitando que a Prefeitura reative todas as oficinas de terapia ocupacional do município.

Fernando Lacerda solicitou que a Administração Municipal demonstre maior clareza sobre a situação de liberação de Alvarás aos taxistas do município. Juninho Linhares solicitou assinar também esteRequerimento. Gilsinho disse que o Sec. M. de Fazenda, Cristóvão Rocha, o informou de que está sendo feito, inicialmente, um levantamento geral sobre a situação dos taxistas, e, a partir daí, serão liberados os alvarás. Vereador Cb. Anízio quer informações sobre a existência ou não de lista de taxistas a serem atendidos.

Vereador Jânio Mendes parabenizou a Coordenadora da Vigilância Sanitária, Emilce Estanislau Fialho, pelo trabalho realizado junto à comunidade de Realeza no mutirão de combate a dengue. “Emilce fez um excelente trabalho de divulgação, mobilizando os moradores”, destacou. Jânio também parabenizou o Dep. João Magalhães, por seu empenho para a instalação dos cursos de Medicina e de Psicologia - ambos muito aguardados na região - além do apoio constante ao Hospital César Leite. No ensejo, vários vereadores também elogiaram o parlamentar por seu dinamismo em conseguir recursos e melhorias diversas para a região, assinando inclusive uma Moção de Agradecimento.

O Presidente Mauricio Júnior lembrou também a atuação do Dep. Federal Reginaldo Lopes em benefício da população.

Jorge do Ibéria parabenizou a presidência da Câmara pela audiência sobre Segurança Pública, recentemente realizada em Manhuaçu e pontuou como um importante resultado desta iniciativa o posicionamento da Polícia Militar em reativar o Pelotão em Realeza, atendendo a todos os distritos, e a reinauguração da sede, prevista para o próximo mês de Julho.

Rodovias

Cb. Anízio apresentou em plenário Ofício do DNIT relacionado obras de melhoramentos e reengenharia da BR-262 e o apoio do Diretor do DETEL-MG,Sérgio Mendes, para as reivindicações feitas. O documento menciona um contorno rodoviário de 9,5 km de extensão, em trecho compreendido possivelmente entre a UBA e a Predalle. Também são citadas seis passarelas para Manhuaçu e de intervenção no trânsito, visando maior segurança, em Santo Amaro de Minas. “O Diretor Márcio (DNIT) informou que nos próximos dias fará sondagem dos locais das passarelas e a Licitação está em andamento”, comentou Cb. Anízio. Vereador Juninho Linhares cobrou do DNIT informações sobre o início e término destas obras anunciadas.

Fernando Lacerda criticou o posicionamento do DNIT em retirar quebra-molas colocados por moradores nas rodovias, sem tomar quaisquer providências visando reduzir os alarmantes índices de acidentes que ocorrem. Fernando comentou sobre reportagem publicada em jornal de circulação regional, mencionando que no perigoso km 596 (BR-116 - limite do município com São João do Manhuaçu), não houve registro de acidente grave após a colocação de quebra-molas, por moradores.

Assessoria. de Comunicação