Vereadores de Manhuaçu solicitam obras de mobilidade urbana



 

Tamanho da fonte    




Técnicos do (DNIT) Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes estiveram em Manhuaçu nesta terça-feira, 18, para conferir a viabilidade em atender aos pedidos de obras indicadas por vereadores da cidade.  

O engenheiro, Evaldo Mansur, o inspetor de Campo, Hélio Coutinho e o topógrafo, Givanildo Batista, transitaram por cinco pontos indicados pelos vereadores como de situação crítica para o tráfego de veículos e usuários.

Entres os locais está a rotatória do Bairro Ponte da Aldeia, o trecho do bairro Bom Jardim com a Vila Deolinda (em frente ao Supermercado Pais e Filhos), a área próxima ao Bairro São Jorge e Santa Luzia, perto do 11º Batalhão de Policia Militar, um trecho na BR-262, em frente ao cemitério municipal e outro trecho que contempla os Bairros São Vicente, Nossa Senhora Aparecida e dá acesso ao centro da cidade.

Todas as localidades recebem diariamente um grande fluxo de pedestres e veículos. Segundo os técnicos, o prazo para a viabilidade do projeto é de 90 dias.

Reivindicações

O vereador Cabo Anízio enfatizou a necessidade das obras para a segurança de motoristas e pedestres. “Estamos elaborando um levantamento a respeito de algumas áreas para a inserção de duas a três passarelas. Essas obras facilitariam a mobilidade urbana devido à dificuldade de travessia em tais locais”.

Trecho localizado no Bairro Ponte da Aldeia (foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

Ele acrescentou que os pedidos possuem particularidades e precisam de um estudo detalhado para conferir a sua viabilidade. “Os Bairros Ponte da Aldeia e Bom Jardim necessitam de passarelas para a travessia de pedestres, uma vez que é grande o fluxo de pessoas que trafegam nesses sentidos. Em relação à área do Bairro São Jorge e Santa Luzia, caso não tenha espaço para a construção, solicitaremos a implantação de semáforos e faixas de pedestres para conscientizar os motoristas quanto à situação de usuários que fazem a travessia da BR-262. O mesmo procedimento será aplicado ao trecho que passa pelo cemitério municipal. A extensão entre os Bairros São Vicente e Nossa Senhora Aparecida necessita de outra passarela, pois é uma área de passagem para o centro da cidade, como para o retorno a esses bairros, a quantidade de pedestres e veículos que trafegam por essa parte é grande e a obra facilitaria a mobilidade urbana”, explicou.
Rodovia na região do Bairro Bom Jardim (foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

Obras

Cabo Anízio esteve em Belo Horizonte, em companhia dos vereadores Gilson e Chico do Juquinha representando o poder legislativo de Manhuaçu solicitando a construção de um trevo inteligente no trecho da Retífica Santa Branca e do Zebu para dar vazão ao trânsito para os motoristas.
Técnicos avaliaram  possibilidade de realizarem obras na travessia da BR-262, em frente ao Bairro São Jorge (foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

“Conversamos com o Superintendente do DNIT, Alvaro Campos de Carvalho, para tratar dos assuntos que beneficiam o município. O presidente do DETEL (Departamento Estadual de Telecomunicações), Sérgio Mendes, representando o Governador, também esteve presente e ofereceu apoio as nossas reinvindicações. Todos os requerimentos protocolados no DNIT foram aprovados pela casa legislativa e assinado pelos 15 vereadores, com o intuito de melhorar a mobilidade urbana e travessias no município, tanto para pedestres como motoristas. Essa medida é um ganho para Manhuaçu e região”, finalizou.
Travessia em frente ao cemitério municipal também foi avaliada (foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

Área entre o Bairro São Vicente, Nossa Senhora e Centro, local de intenso tráfego de veículos e pedestres (foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

Vereadores apresentaram pedidos de obras para o DNIT a favor de melhorias para o trânsito de Manhuaçu (foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu














}