Vereadores ouvem taxistas em audiência para melhoria do setor



 

Tamanho da fonte    




Taxistas que atuam na cidade e nos distritos participaram de Audiência Pública realizada pela Câmara Municipal de Manhuaçu, na noite desta Quinta-feira, 24. Presidida por Maurício de Oliveira Júnior e com a presença de praticamente todos os vereadores, a audiência possibilitou aos profissionais que atuam no setor apresentar suas reivindicações e debater questões diversas visando a organização e melhorias no atendimento aos usuários nos diferentes pontos do município.

Plebiscito popular

Logo após a oração inicial, procedida pelo Vice-presidente Anízio Gonçalves de Souza, a presidência concedeu a palavra à Diretora do Sind-Ute, Professora Fani Hott, que mencionou a mobilização para o plebiscito popular que visa a redução de ICMS na conta de energia elétrica. Fani destacou a importância da participação de toda a população neste ato, considerando que, atualmente, Minas Gerais é o Estado em que se cobra a tarifa mais alta do país.

Os membros da Casa Legislativa ressaltaram o apoio a este movimento social.

Trânsito e Transporte Coletivo

Em seu pronunciamento, o Presidente Maurício Júnior reafirmou o compromisso da Câmara em atuar com transparência e seriedade junto à população, daí o propósito de realizar esta audiência que visa melhorias nesta concessão pública que é o serviço de táxi.

Outra abordagem do Presidente foi quanto à necessidade urgente de haver melhorias no trânsito da cidade. Trabalho este que deve ser executado com planejamento e elaborado por profissionais especializados.

Também durante a audiência, os vereadores mencionaram a questão do transporte coletivo urbano, enfatizando que é preciso haver melhorias urgentes também neste setor, para um atendimento eficiente à população.

Taxistas reivindicam

Zelando pela democracia e com a proposta da valorização do debate, a Câmara ouviu os taxistas, acolhendo ideias e sugestões da classe profissional. Os vereadores também fizeram seus questionamentos e considerações, defendendo os anseios da população, tanto da cidade quanto dos distritos, para a consolidação de um serviço de qualidade ainda maior no município.

As principais reivindicações elencadas nesta audiência pública foram: *Pedido de melhorias à Polícia Militar, quanto à segurança dos taxistas; *Cobrar do Executivo Municipal a construção de cobertura para o ponto de táxi da Praça Dr. César Leite; *Busca de informações e providências junto aos órgãos competentes quanto ao problema do transporte clandestino de passageiros; *Regulamentação do uso do taxímetro, conforme determinação da Legislação Federal; * Caracterização dos veículos, com a colocação de faixas frontais e laterais nos carros; *Averiguar se estão ocorrendo problemas para a liberação de licenças aos profissionais taxistas; *Intensificar o trabalho de fiscalização, coibindo ações de pessoas de outras cidades que, irregularmente, embarcam passageiros em Manhuaçu; *Definição dos locais de pontos de táxi da cidade, e *O excesso de veículos táxi no Terminal Rodoviário - são 10 vagas e 16 taxistas. A Presidência da Câmara relatou que irá obter mais informações, intermediando junto aos órgãos competentes de modo que uma solução seja tomada para resolver o problema, da melhor forma possível.

Sem sombra

Os taxistas reclamaram do recente corte feito nas árvores da Praça Cordovil Pinto Coelho, o que reduziu a sombra nos dias quentes e a presença de passarinhos – até então comum ao local. Sobre o assunto, o Vereador João Gonçalves Linhares Júnior (Inspetor Linhares) manifestou seu repúdio ao procedimento tomado pela Prefeitura.

Linhares requer atenção do Executivo
(foto: Assessoria de Comunicação)

O Vereador Inspetor Linhares também solicitou à presidência da Câmara o encaminhamento de Requerimento ao Prefeito solicitando que o mesmo se manifeste sobre as reivindicações feitas pelos taxistas.

A Presidência da Câmara acolheu o pedido e encaminhará ofício ao Executivo Municipal.

Cor Laranja
(foto: Assessoria de Comunicação)

Houve a definição da cor Laranja, como a predominante das faixas que deverão ser colocadas nos veículos, a partir de Janeiro de 2014.  A escolha se deu por meio de votação por aclamação da maioria, feita pelos próprios taxistas.

Em entrevista, os taxistas elogiaram esta iniciativa da Câmara de Vereadores em realizar a audiência pública para ouvir a classe.

Em breve, a Casa Legislativa colocará em votação o Projeto de Lei regulamentando esta concessão publica, com base neste positivo diálogo com os taxistas.

Assessoria de Comunicação