Vilanova contra o Aedes mobiliza comunidade



 

Tamanho da fonte    




O Governo de Manhuaçu, por meio da secretaria de Saúde e a Vigilância Ambiental, promoveu em Vilanova, um mutirão de limpeza e campanha de esclarecimento e formas de combate ao Aedes Aegypt e as doenças provocadas pelo mosquito, dengue, chikungunya e o vírus zika.
 
Na programação, além de troca de lixo por desconto na conta de energia, apresentações teatrais também chamara a atenção da comunidade
A ação é mais uma desenvolvida em Manhuaçu, após decreto de emergência assinado pelo Prefeito Nailton Heringer em virtude da infestação do mosquito no município. Com o decreto de emergência foi criado o Geicaedes - Grupo Executivo para Intensificação do Combate ao Aedes Aegypti. O grupo atua ao lado de parceiros e da comunidade, no intuito de combater o mosquito e conter a epidemia.
 
Em Vilanova, maior distrito de Manhuaçu, com cerca de oito mil habitantes, a programação começou na sexta-feira, 01, com participação dos alunos e professores da Escola Municipal de Vilanova e o apoio dos agentes de saúde. Os estudantes percorreram as ruas do distrito distribuindo panfletos educativos e sacos plásticos para acondicionamento de lixo, convidando os moradores para participação no grande mutirão.
 
Coordenadora da Vigilância Ambiental, Emilce Estanislau, o diretor do Samal, Kilder Perígolo, presidente da Câmara, Jorge do Ibéria, direção, professores e alunos da Escola Municipal Vilanova e agentes de saúde participaram da mobilização.
 
No sábado, 02, entre outras atividades, foi promovida uma caminhada pelas ruas do Distrito e a troca de materiais recicláveis por descontos na conta de energia elétrica. A iniciativa é da concessionária de energia no município, Energisa, através do projeto Conta Cidadã.  Dentro da programação também foi feito recolhimento de lixo e promovida panfletagem com orientações sobre a doença e apresentações de teatro para as crianças e a comunidade.
 
 “Vilanova é nossa maior área urbana fora da sede do município e como qualquer outra tem muitos problemas relacionados às questões ambientais” – destacou a coordenadora da Vigilância Ambiental, Emilce Estanislau. “Estamos com vários casos notificados em Vilanova. Na semana passada terminamos a pulverização com o inseticida na comunidade toda”, completou.
 
A coordenadora elogiou a iniciativa da direção, funcionários e alunos da Escola Municipal de Vilanova e de toda a comunidade em ir para a rua. “O que aconteceu aqui só foi possível por causa do envolvimento do comércio, do legislativo que representa a comunidade, do ESFs, então é uma equipe muito grande que se mobiliza, que se articula e que se envolve para que as coisas aconteçam” – afirmou Emilce.
 
Uma equipe do SAMAL também participou do mutirão. Para o diretor, Kilder Perígolo, a mobilização automaticamente já conscientiza a população sobre a questão do lixo. “As pessoas estão passando e vendo as crianças envolvidas, o que dá um olhar diferente para o problema”, comentou afirmando que o SAMAL está junto em todas as mobilizações.
 
A diretora da Escola Municipal Vilanova, Elaine Rita de Carvalho, lembrou que combater o Aedes é um problema no Brasil. “A nossa comunidade e nós como educadores que somos não poderíamos ficar de fora do combate ao Aedes Aegypti. Nós vamos dar continuidade na escola por que os alunos são o nosso veículo de comunicação para a comunidade” – disse Elaine Rita.
 
Para o presidente da Câmara de Vereadores, Jorge do Ibéria, a iniciativa foi um sucesso. “Parabenizo os professores e alunos da Escola Municipal Vilanova juntamente com a administração de Manhuaçu porque considero a mobilização importante, percorrendo várias ruas e levando conscientização à população” – afirmou o presidente da Câmara, Jorge do Ibéria que também participou da movimentação. “O mosquito está trazendo preocupação para todos e fico feliz que a população de Vilanova abraçou a causa” – completou o presidente do Legislativo.
 
A situação da epidemia do Aedes no município neste ano de 2016, segundo dados da Vigilância, ainda é preocupante. Até o momento são 1.384 casos notificados, sendo 572 positivos, 420 negativos e outros que ainda estão sendo investigados.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu